• Alex Fraga

Poesia - 50 Mil Mortos e o Povo, de Benedito CG Lima

O poeta corumbaense Benedito CG Lima, em tempo de pandemia mostra seu poema intitulado "50 mil mortos e o povo".



Absorto em defender partidos... E a vida se esvaindo na agonia do descalabro... E o gume afiado da navalha Risca a mortalha que falha. E o rito da Carruagem Mortuária Toca silente a sua ária loquaz... E as covas sorrisos abertos Em desenhos incertos Lapidam o chão em prazo raso. Nem lágrimas comparecem no ato fúnebre... E as minhas palavras poéticas proféticas Dispensam as regras ecléticas Pois se resvalaram no túnel sorumbático Apático em louvor As 50 MIL ALMAS!




Benedito C G Lima- Corumbá MS.

0 visualização

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W