top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - 2° Meio do destino dos vermes, por Kaio Ramos

Quarta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com o poeta e ator de Dourados (MS), Kaio Ramos, com o poeta intitulado: 2° Meio do destino dos vermes


2° Meio do destino dos vermes


Engraçado a forma como os vermes surgem na carne.

Aflição da criação da nojeira destinada.

Biogênese… Morte gera vida.

Carne viva gera gente morta.

A comida para nossos destinos vazios, cheios de buracos, os vermes!

6 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 comentário

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
Maria de Lourdes da Costa
Maria de Lourdes da Costa
30 de ago. de 2023

Verme é o destino de todos, o que não são comidos vivos, são depois de mortos

Curtir
bottom of page