• Alex Fraga

Poesia - É preciso fazer festa enquanto a janela está aberta, por Mirian Camacho


Neste sábado, o Blog do Alex Fraga, no espaço de poesia com a cantora, compositora, poeta, professora de dança e artes, Mirian Camacho, com É preciso fazer festa enquanto a janela está aberta".

Abri o portão e escolhi ir pro lado que me levava a casa de janelas azuis. O azul combinava com o teto que em lugar aberto tem o nome de céu. Sem pressa pra chegar no lugar que eu nem sabia, ouvia os passos que mesmo em outros rumos , nos levava ao mesmo lugar. Todos buscando um lugar azul.

Eu só passava na frente, sentia o cheiro da flor, fazia carinho no cachorro e seguia, sem nem saber o que viria na dobra da esquina. Virada da rua é sempre surpresa. As vezes chovia As vezes não. As vezes eu existia Outras só era canção. Quando canção eu dançava. Quando silêncio, me levavam passos lentos, deslizantes na sombra do azul. Cor na calçada é sempre escura. Até flor sombreada envelhece no cinza. Então eu viro e volto pra ganhar cor nas janelas . É preciso ventar cortinas, jogar cordas e acenar, enquanto o azul pulsa em nossas nobres veias. É preciso fazer festa enquanto a janela está aberta. Já azulada, entro e fecho o portão.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo