• Alex Fraga

Opinião – Público decepciona no maravilhoso protesto no Parque das Nações

Um final de tarde de domingo com muita festa, mas principalmente de atitude dos artistas sul-mato-grossenses no show no Parque das Nações (Concha Acústica Helena Meirelles) intitulado “Movimento pela Preservação da Natureza”, liderado pelo incansável Grupo Acaba através do músico Moacir Lacerda. A importância de preservar a natureza é fundamental, pois o meio ambiente mantém a saúde do planeta e de todos os seres vivos que moram nele.


No caso específico, ontem, vários artistas mais uma vez se uniram para mostrar o descaso sobre a situação principalmente do lago no parque que está agonizando (secando) e nada foi feito até o momento. Problemas na área como assoreamento e que vai exigir recursos para salvar a região, no entanto sabe-se que não existe no momento. A decepção foi o número de pessoas que esteve no local. Não foi o esperado, o que demonstra que ainda o campo-grandense está pouco interessado em reivindicar algo tão importante como “preservar a natureza”. Mas, o mais importante é que os que estiveram no local, deram seu recado importantíssimo.


Canções eternizadas já no meio artístico sul-mato-grossenses como “Chalana”, “A Matogrossense”, “Gaivota Pantaneira”, “Castelânea”, “Tocando em Frente”, “Kananciuê”, “Papagaiada”, “Moça Pantaneira” entre outras foram distribuídas com apresentações dos artistas, Ana Paula e Carlos Colman, Jerry Espíndola, Rodrigo Teixeira, Zé Geral, Fábio Kaida, Raphael Vital, Zito Ferrari, Tangará e Zé da Viola, Altair e Carlota, Castelo, Gessica Fernanda, entre outros.



As intervenções da Confraria Sócio-Artista e o pré-lançamento do livro “Vagabundagens: o romance que Manoel de Barros não escreveu” de autoria de Genival Mota também estiveram na programação que aliás não teve o apoio governamental mais uma vez. O que os artistas querem e principalmente os frequentadores do Parque das Nações Indígenas, é que alguma coisa se faça para que o local não seja interditado ou definitivamente morra. Um dos cartões postais de Campo Grande não pode ficar do jeito que está. Parabéns aos organizadores e principalmente ao grande lutador, o músico Moacir Lacerda.

173 visualizações

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W