• Alex Fraga

Opinião – Organização do Festival de Bonito acerta em cheio nas atrações nacionais

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul anunciou as atrações nacionais do Festival de Inverno de Bonito que acontece no período de 25 a 28 de Julho: a dupla sertaneja Chrystian e Ralf, Gal Costa e Lenine estarão no Palco das Águas, principal espaço do evento. Acredito que haverá críticas, com certeza pelas escolhas (algo natural em todos os eventos culturais de grande porte). No entanto, acredito que o órgão cultural estadual acertou desta vez em cheio nessas escolhas. Sim, pois teve o cuidado de agradar todo público,


Vão dizer: “Ah, dupla sertaneja?”. Mas Chrystian e Ralf formam uma dupla que além de ter um público cativo, foge totalmente do dito e insuportável “sertanejo universitário”. E as pessoas têm que respeitar uma dupla que lançou 20 álbuns e 34 coletâneas e 6 DVDs. Além dos atuais vídeos independentes, os famosos pockets. Ganharam 15 discos de ouro, nove de platina, um de platina duplo, dois de platina triplo, quatro de diamante, nos anos de 1988, 1989, 1992, 1993 e um de diamante na trilha sonora dois do cd da novela da Rede Globo, Rei do Gado, em 1996, com a música Minha Gioconda, com a participação de Aguinaldo Rayol. Com​ todos os discos de Vinis, LPS, CDs, DVDs, SMDs, álbuns e coletâneas, se calcula que tenham vendidos mais de 15 milhões de cópias oficiais, extra oficiais ultrapassa facilmente a casa das 20 milhões de cópias, além de milhões de acessos aos seus vídeos Pockets com seus sucessos,


Gal Costa com seus 73 anos e é ainda considerada a melhor voz da Música Popular Brasileira. E aí vão dizer: “Ah, ela é uma cantora dos que se acham intelectuais ou pseudo. Mas ninguém pode negar que é uma artista que dispensa comentários pela sua extraordinária carreira. Ela que estreou sua carreira profissional na noite de 22 de agosto de 1964 no concerto Nós, por exemplo , onde se apresentou ao lado de Veloso, Gil, Maria Bethânia e Tom Zé , entre outros. O concerto inaugurou o Teatro de Vila Velha em sua cidade natal. No mesmo ano, também se apresentou em Nova Bossa Velha, Velha Bossa Nova , no mesmo local e com os mesmos parceiros de canto. Deixou então Salvador para morar na casa de sua prima Nívea, no Rio de Janeiro , seguindo os passos de Bethânia, cujo concerto Opinião havia se tornado um enorme sucesso por lá. Gravou inúmeros discos e sempre foi considerada uma das grandes estrelas da MPB. Não vale a pena ?Só um louco e desinformado diria que não!


Lenine. E aí vão dizer: “Ah, esse cara é para os que gostam de música “cabeça”, de “Viagem”, dos considerados “malucos beleza”. Pelo contrário. Lenine figura entre os nomes pensantes da música brasileira. Poucos sabem que sua carreira profissional começou aos 18 anos, quando se mudou para o Rio de Janeiro Rio para competir em um festival de música. Em 1983, lançou seu primeiro disco, Baque Solto , com o sócio Lula Queiroga Lula . Dez anos depois, lançou seu segundo disco, Olho de Peixe , com o percussionista Marcos Suzano . O primeiro disco solo de Lenine, O Dia em que Faremos Contato , foi lançado em 1997, apresentando uma mistura de ritmos eletronicos, nordestinos brasileiros e samba. Dois anos depois, ele lançou Na Pressão . Em 2001, Falange Canibal foi lançado. Este álbum atraiu a atenção internacional devido ao aparecimento do grupo norte-americano Living Colour.tocando com ele na música "O Homem dos Olhos de Raios-X". Seu próximo álbum In Cité (2004) foi gravado ao vivo no auditório da Cité de la Musique (Cidade da Música) em Paris. Lenine ganhou dois Grammys Latinos : um para "Melhor Álbum Contemporâneo Brasileiro" e outro para "Melhor Canção Brasileira". Seu primeiro lançamento na América do Norte, uma coleção auto-intitulada de suas próprias composições, foi lançado em 2006. O cara é o brilho da música brasileira.



O que se pode dizer que pelo menos essas três atrações nacionais foram acertadas em cheio pelo Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. Digo isso pois sempre fui um ferrenho crítico com relação as ”escolhas programadas” nos festivais e que no meio colocavam artistas sem qualquer expressão e com cachê altíssimo. E vão dizer: “ Ah, e os cachês desses artistas ? Bom, aí isso é outra história e com certeza serão divulgados pela política de transparência do governo do Estado!. Mas gostei sim dessas três atrações nacionais do palco principal. Aguardamos os regionais!

0 visualização

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W