• Alex Fraga

Opinião – Cinco anos sem Renato Fernandes e poucos relembram!


Há exatamente cinco anos (16 de fevereiro de 2015), o blues brasileiro perdeu um dos seus maiores ícones: morria Renato Fernandes, cantor e compositor e líder da banda “Bêbados Habilidosos”, de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Triste saber que mais um ano de passou e pouca gente se lembrou, principalmente a imprensa de quem ele mesmo dizia: “Infelizmente a maioria dos jornalistas não conhece a nossa realidade como artista e só publicam algo quando lhe é conveniente financeiramente”. No último sábado (15) o programa Blues e Derivados, da FM Educativa, dirigido pelo jornalista Clayton Sales destacou o álbum “Amor e Dor”, o último registro da voz e poesia do artista em seu último trabalho com a banda. Uma justa homenagem para aquele que fez nascer esse estilo musical que nasceu originado por afro-americanos no extremo sul dos Estados Unidos em torno do fim do século XIX. Um gênero se desenvolveu a partir de raízes das tradições musicais africanas, canções de trabalho afro-americanas, spirituals e música tradicional. Renato Fernandes foi o “cara do blues” como descreveram e muito bem no documentário “Ele é o blues”, sobre sua vida elaborado pelos jornalistas Kleomar Carneiro e Vinícius Bazeng. Um cara que preservava muito a criação, as composições de blues em português. O trabalho da banda em praticamente 90 por cento era autoral. Letras fortes que sempre foram seu estilo, davam um toque especial, pois falavam da vida noturna, dos bares, mulheres, cigarro e bebida. Renato Fernandes deixou um legado para o blues em Mato Grosso do Sul. Hoje ainda existe a Bêbados Habilidosos, mas sem suas peças que estavam sempre lá como se fossem uma extensão bela do grande Renato Fernandes. O que nos deixa entristecidos é o descaso de muita gente. São cinco anos sem ele e nem mesmo o administrador da página no facebook não lembrou, pois a última postagem foi no dia 4 de outubro do ano passado. Não podemos esquecer de nossos artistas que vão tocar e mostrar seus trabalhos no andar de cima. Os músicos e o público sul-mato-grossense sempre aprenderam com Renato Fernandes, e é como o grande BB King disse um dia: “A beleza do aprendizado é que ninguém pode roubá-lo de você”. Renato Vive!..

0 visualização

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W