top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Opinião - Bonito Blues & Jazz Festival foi sucesso de público e crítica !

Fotos - Maurício Costa Jr. - - -****

Público lotou os três dias de evento no Selina Hotel na cidade de Bonito MS - - - - ***

O Bonito Blues & Jazz Festival que ocorreu nos dias 8, 9 e 10 no município de Bonito (MS) em sua décima edição foi um grande sucesso de público e crítica, contribuindo fundamentalmente com o fomento do turismo da cidade. O nível das atrações não perdeu para os grandes festivais do gênero musical que ocorrem em todo país. Mesmo com a tentativa da prefeitura municipal em "barrar" o evento faltando apenas três dias, nada abalou os organizadores que conseguiram fazer deste festival, o melhor de todos já realizados. Atrações da Argentina, Paraguai e Brasil formaram um só pensando: mostrar música de qualidade e de agrado aos mais exigentes ouvidos. Alwyn Lopez Jarreau, mais conhecido popularmente como All Jarreau estava certo quando disse: "Você tem que faz um esforço decidido para não ser seduzido pelo blues". Esse festival seduziu a todos, pois o público foi unânime em relatar que superou todas as expectativas. A primeira noite por exemplo foi específica para o puro jazz instrumental. A segundo, "a noite paraguaia" que surpreedeu e mostrou a potencialidade musical desses artistas do povo irmão. A última, o puro blues mesclado do que é melhor desse ritmo fascinante.

El Trio, de Campo Grande (MS) - Formado por três excepcionais músicos: Gabriel De Andrade, Gabriel Basso e Adriel Santos foram cirúrgicos em um repertório com a maioria - músicas autorais - num total de seis das oito que tocaram. Ouvir El Trio neste festival foi reapresentar o que é emoção. Esses músicos sem dúvida merecem atingir o ponto mais alto na música nacional e até mesmo internacional.

Walter Pinheiro, de São Paulo (SP) - O multi-instrumentista paulista e seus músicos deram uma verdadeira aula do mais puro jazz. Ouvir esse artista foi prazeroso para a alma. Sua genialidade é dignidade de suas composições que em cada nota, o público pode sentir e viajar com bela tonalidade de estar bem com a própria alma. Walter Pinheiro é daqueles músicos perfeitos, raros e de uma maestria inconfundível.

Band'Elaschica, Assunção (PY) - A grande surpresa do festival sem dúvida foi a Band'Elaschica da Capital paraguaia. Formada somente por mulheres, mostrou um trabalho impecável ao som de bateria, trompete, teclado, violino, guitarra, saxofone, contrabaixo, trombone e vozes. Fez um show épico. Trabalho autoral de alto nível e que depois mergulhou nas divas Aretha Frankilin e Nina SImone. Um show deslumbrante.

VPL Blues, Luque (PY) - Quatro músicos paraguaios fantásticos: Dominique Bernal, Aarón Zorrila, Rafael Arce e Cali Javita mostraram seus talentos e agradaram o público com o ritmo frenético do blues guarani. A banda Vérsion Palma Loma Blues foi mais uma vez diferenciada em sua proposta, dando alegria com um trabalho de primeira linha. Sem dúvida, todos que puderam assistir a VPL Blues sairam encantados.

Toti Morel e Filhas , Assunção (PY) - O Bonito Blues & Jazz Festival esse ano teve a grande honra de receber uma das lendas musicais do Paraguai. Toti Morel passeou com sua técnica e fez do palco no Selina Hotel um instante mais que especial. A suavidade nas baquetas ao ritmo de um jazz refinado. Toti Morel com certeza é um artista que merecer ser mais conhecido por todos brasileiros que gostam da boa música.

Rula Cancino, Y Los de La Esquina, Montecarlo (AR) - Um músico mais que especial e um show perfeito do guitarrista argentino Rula Cancino e Y Los de La Esquina (com participação especial de três músicos da banda VPL Blues do Paraguay). Rula fez seu show com o blues tradicional e com mostrou porque é considerado um dos melhores guitarristas do nordeste argentino. Um espetáculo a parte esse maravilhoso músico.

Boldrini Quarteto, Curitiba (PR) - Um dos principais contrabaixista acústico do país, José Boldrini acompanhado de músicos de alta qualidade, fez uma apresentação irretocável. Boldrini tocando com seu contrabaixo tranforma aquilo que é extremamente díficil, numa facilidade inacreitável. Um músico que a cada tonalidade, viajou e deixou todos seguindo o seu caminho musical tão perfeito em seus tons.

Luis Ávila e Amigos, Londres (LON) - (MS) - O músico Luis Ávila convidou para esse show especial em homenagem a três ícones do blues em Mato Grosso do Sul - José Boaventura, Renato Fernandes e Zé Pretim. Outros artistas especiais que fazem um trabalho de excelência: Simão Gandhy, Zé Fiuza, Luciano de Sá e Felipe de Castro brilharam. Com canções só de MS, foi um espetáculo a parte e o público adorou todo trabalho. Gilson Espíndola, Rodrigo Teixeira e Cleyton Sales, iluminaram o show.

Big Gilson, Rio de Janeiro (RJ) - O carioca Big Gilson encerrou com "chave de ouro", o Bonito Blues Jazz Festival. Considerado um dos melhores guitarristas do Brasil, mostrou que é o "cara"do blues nacional. As participações dos músicos sul-mato-grossenses Alex Cavalheri (teclados), Marcos Yallouz (baixo) e o baterista Matheus Mattos deram um tom a mais de qualidade. Big Gilson singularidade pura com seu show. Inesquecível para aqueles que o assistiram.






176 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar

5 üzerinden 0 yıldız
Henüz hiç puanlama yok

Puanlama ekleyin
bottom of page