• Alex Fraga

Opinião – Bethynho, um sambista que preza pela qualidade!

A frase de Dorival Caymmi “quem não gosta de samba, bom sujeito não é”, serve muito bem para que ouve o cantor, compositor e sambista Bethynho Show, antes conhecido como Bethynho “Sacode”, ou simplesmente Bethynho. Desde 1994 em Campo Grande, esse carioca que já tocou com grandes nomes do cenário do samba no país, decidiu há alguns anos fazer sua carreira solo e mostrar que tocar samba é algo sério. Para ele, independendo do local que está tocando, o profissionalismo deve imperar.


Sempre tocando nos principais bares de Campo Grande, esse artista que passou por uma fase na vida bem complicada, reverteu sua vida com muita força de vontade e retornou ser um músico que tem uma responsabilidade enorme com seu público. “No samba não tem enganação. Ou você faz um trabalho sério ou fica taxado como mais uma pessoa que tenta fazer música. Quando você sobe para tocar tem que saber que existe gente ali que quer ouvir algo bom e isso é que sempre tento fazer”, comenta o artista.


Bethynho mostrou um show impecável em dezembro na Cidade do Natal e agora retorna para os bares que tanto faz sucesso e tem um público cativo. No Madalena Restaurante, no último sábado, ele mostrou porque é considerado um dos melhores sambistas do Mato Grosso do Sul. Com um repertório maravilhoso tendo grandes nomes do samba como Dona Ivone Lara, Alcione, Beth Carvalho, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho, João Nogueira, Cartola, Agepê entre outros, mostra suavidade em seu som, sem fazer “doer” os ouvidos como há muitos que o fazem em Campo Grande. Ele respeita o público e principalmente o som que faz. De muita qualidade.



Mas esse artista diferenciado transforma também canções de artistas que não são sambistas, como Zeca Baleiro, em samba. Mostra também o samba misturado com o reggae e às vezes até mesmo o samba com o forró. Tudo com um som refinado e que agrada a todos. Assim esse artista vem lotando as casas em todas as suas apresentações. Ouvir Bethynho é saber que não haverá agressão ao coração e principalmente aos ouvidos. Com certeza vale a pena ouvir e sentir suas canções.

0 visualização

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W