• Alex Fraga

Onde Ir - Tico Santta Cruz é atração nesta sexta-feira na Blues Bar

Luis Guilherme Brunetta Fontenelle de Araújo - Por esse nome poucos conhecem, no entanto, quando se fala Tico Santta Cruz, com certeza a maioria das pessoas que gostam do som da banda Detonautas, sabe que é. Pois é, músico, cantor e compositor estará se apresentando nesta sexta-feira (17), a partir das 22 horas, no Blues Bar, em Campo Grande (MS). A abertura do evento será feita pela banda Rádio Paulista e a produção é de Flavio Rena (EPF Produtora) e o próprio Blues Bar. Os ingressos estão disponíveis através do link https://bit.ly/ticosanttacruz

Carreira - Em 1997, em uma das inúmeras salas de bate-papo do precário início da internet discada no Brasil, os jovens Luis Guilherme e Eduardo Simão se encontraram. E a simples pergunta de Luis (“Alguém aí toca algum instrumento?”), respondida em seguida por Eduardo, foi a semente para a transformação total da vida de ambos e de terceiros. Tico Santa Cruz e Tchello, e a senha para a formação da banda que, misturando o sol do Rio de Janeiro a madrugadas ora de festa, ora de introspecção em quartos trancados, tomou de assalto o país sob o nome de Detonautas Roque Clube. Após o contato virtual, a hora da realidade. O mineiro Tchello saiu de Ilhéus, no litoral baiano, onde administrava uma pousada, e foi para o Rio, onde passou a tocar com Tico nas diversas formações anteriores do grupo. Com a entrada dos guitarristas Renato Rocha e Rodrigo Netto, do baterista Fábio Brasil e do DJ Cléston, o Detonautas chegou à sua escalação clássica que, após a gravação de uma demo, entrou em campo com o disco Detonautas Roque Clube, lançado pela Warner Music em 2002. Com o sucesso do álbum, que emplacou os hits "Outro Lugar", "Olhos Certos" e "Quando o Sol Se For", a banda foi catapultada para o posto de uma das principais do país. A coroação se deu com a oportunidade de abrir os shows dos Red Hot Chili Peppers no Rio e em São Paulo, e, ainda, três shows do Silverchair. Fechando o ano com chave de ouro, os Detonautas faturaram ainda o prêmio VMB de banda revelação. Sem deixar a bola cair, em 2004 o sexteto emendou Roque Marciano, seu segundo álbum de estúdio. Entre as faixas do trabalho, que rendeu ao grupo seu primeiro disco de ouro, quatro novos hits: "O Dia Que Não Terminou", "O Amanhã", "Só Por Hoje e Tênis Roque". Após gravarem seu primeiro DVD, o Detonautas apresentou, em 2006, Psicodeliamorsexo&distorção, disco que trouxe à tona um som mais denso, pesado, sombrio, e, ao mesmo tempo, psicodélico.

Entre as principais faixas, "Você Me Faz Tão Bem", "Não Reclame Mais" e "Insone", esta última uma viagem sonora nebulosa de quase 20 minutos. No entanto, a faixa mais marcante é a delicada "Tudo Que Eu Falei Dormindo", composta por Rodrigo Netto, que, em 4 de junho de 2006, aos 29 anos, se foi em mais um triste capítulo da recente história carioca. Em 2008, pela Sony Music, é a vez de O Retorno de Saturno. Em uma nova guinada, a banda adota uma sonoridade mais suave e coloca nas paradas a faixa-título e o tributo a "Rodrigo Verdades do Mundo". O trabalho, que também tem como destaques músicas como "Oração do Horizonte" e "Eu Vou Vomitar em Você", foi indicado ao Grammy Latino na categoria melhor álbum de rock brasileiro. Em seguida, uma nova reinvenção se deu com Detonautas Acústico Ao Vivo, CD e DVD acústicos gravados em 2009 no Polo de Cine e Vídeo, no Rio de Janeiro. Presentes no registro, as inéditas "Só Nós Dois" e "O Inferno São os Outros" se tornaram sucesso em rádios de todo o país. Após um mini-turnê pelo Japão, em 2010, e da entrada, em maio de 2011, no RockWalk Brasil, a calçada da fama do rock brasileiro, a banda lança o primeiro EP intitulado de Detonautas Roque Clube. Os Singles "Combate" e "Um Cara de Sorte" se tornaram sucesso em todas as rádios do País. Ainda em 2011, a banda sobe no palco principal do Rock in Rio IV e faz uma releitura dos seus maiores clássicos e o show foi aclamado pelas críticas como um dos melhores de toda a edição. Depois disso ainda gravou dois discos independentes com o Detonautas Roque Clube: A Saga Continua - 2014 e VI - 2017 e também um disco tributo ao Celso Blues Boy com o seu projeto paralelo chamado Tico Santa Cruz & O Rebu em 2015.



34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo