top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Música - Projeto "Nossa Escola Canta" leva Geraldo Espíndola a estudantes

*** Edson Moraes*** - - -

Elaborado pela Quiquiho Produções, o Projeto "Nossa Escola Canta" quer tornar disponível para estudantes da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande o acesso a um dos melhores produtos da cultura: a arte do cantor, instrumentista e compositor Geraldo Espíndola. Segundo a Quiquiho, a arte é um mecanismo de elevado potencial socializante e inclusivo, sobretudo quando tem compromisso com a cidadania e as aspirações de segmentos da sociedade mais vulneráveis. É com este ambiente de expectativas e carências que a arte de Geraldo Espíndola procura se identificar e servir.


Um dos maiores intérpretes e compositores brasileiros, co-artífice da História da Moderna Música Popular Urbana de Mato Grosso do Sul, ele já teve composições suas gravadas por outros artistas de renome nacional, como Almir Sater e Lecy Brandão. Suas composições mesclam a palavra, o som e a poesia da observação, da emoção e do conhecimento das coisas, gentes e histórias do Estado, sendo fundamental para preencher a lacuna de conhecimentos dos estudantes sobre o lugar em que moram.

Alunos de sete estabelecimentos de ensino da Rede Municipal (Reme) vão participar de uma iniciativa de grande importância artístico-cultural em Campo Grande, com a presença do cantor, compositor e instrumentista Geraldo Espíndola. É o Projeto "Nossa Escola Canta", que além de promover o conhecimento mais íntimo da produção musical e poética regional, também estimula o acesso às artes no ambiente escolar.

Realizado pela Quiquiho Produções, o projeto é financiado pelo Fundo Municipal de Investimentos Culturais (FMIC), da Prefeitura de Campo Grande, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) e da Secretaria Municipal de Educação. O sulmatogrossense Geraldo Espíndola é uma das mais talentosas e significativas referências do cenário artístico brasileiro. De seu Estado, as composições que produz ganham terreno dentro e fora do País. São músicas que combinam influências universalistas com recortes temáticos regionais, exaltam as riquezas naturais e reforçam os apelos em favor do desenvolvimento sustentável, da pluralidade e dos povos originários.

Neste conjunto de inspirações, Geraldo Espíndola produz há várias décadas canções que se tornaram verdadeiros hinos, entre os quais as belíssimas "Quiquiho", "Vida Cigana", Cunhatay Porã" e "É Necessário". São composições que divulgam o Estado em outros territórios e ajudam a enriquecer o patrimônio cultural de Mato Grosso do Sul.

O projeto é financiado pelo Fundo Municipal de Investimentos Culturais (FMIC), da Prefeitura de Campo Grande, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) e da Secretaria Municipal de Educação. A realização é da Quiquiho Produções.


****É jornalista

51 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page