• Alex Fraga

Livro – Sonia Maria de Freitas registra presença armêmia em São Paulo

A historiadora Sonia Maria de Freitas resolveu registrar em livro, a memória do povo e narrar a vinda dos imigrantes armênios ao Brasil. Assim ela mergulhou em um longo trabalho de pesquisa e produzir a obra "Presença Armênia em São Paulo: imigração, negócios, identidade, religião e interação social", seu 11º livro e quarto trabalho dedicado ao povo armênio.


Ao longo de 236 páginas de uma edição primorosa e belíssima, o leitor encontrará depoimentos de descendentes armênios, centenas de fotos e documentos que relatam a chegada dos primeiros grupos desses imigrantes em São Paulo, no início do século XX, na esperança de encontrar no Brasil uma oportunidade para recomeçar a vida: muitos armênios haviam deixado seu país após o genocídio que matou mais de 1,5 milhão de pessoas entre 1915 e 1923.


No ano 2000, no Museu da Imigração de São Paulo, a autora participou da organização da exposição ´Armênios do Brasil´, quando ‘tive contato com alguns sobreviventes do genocídio e a oportunidade de perceber a força do povo armênio e sua trajetória admirável de muita luta, trabalho e fé’, afirma.


O livro foi escrito a partir de vasta pesquisa em arquivos públicos e privados, entrevistas com armênios que vieram refugiados ao Brasil e também com seus descendentes, que mantiveram viva a cultura do país, incluindo as tradições religiosas, a língua, os costumes familiares e a culinária armênia. Outro ponto de destaque da obra é a sua participação no setor de calçados, que foi uma das principais fontes de renda de grande parte dos imigrantes, que chegaram ao país sem recursos financeiros. O livro foi patrocinado pelo empresário Sergio Semerdjian.



Site do livro: https://presencaarmeniasp.wixsite.com/livro

42 visualizações

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W