• Alex Fraga

Live – Rodrigo Faria e Alan Almeida: o fino da música de qualidade!

Atualizado: Mai 5


O surgimento de lives nesse tempo de isolamento social para nós jornalistas críticos de música e cultural em geral, está se tornando até extremamente interessante, já que podemos ouvir e descobrir vários artistas, principalmente aqueles que residem no interior do Mato Grosso do Sul e não têm espaço na mídia da Capital. Nessas “olhadas” diárias, tive a grata satisfação de assistir e por inteira a live dos músicos Alan Almeida e Rodrigo Faria, da cidade de Caarapó (MS), um pequeno município aproximadamente 50 km de Dourados (MS). O que me chamou a atenção logo de início foi justamente a qualidade musical e o repertório desses dois grandes músicos. Rodrigo Faria (violão e voz) e Alan Almeida (baixo acústico) iniciaram com nada mais do que “Samba de Verão”, de Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle, que Caetano Veloso brilhou com sua voz. Na sequência vieram “Corcovado”, de Tom Jobim, muito conhecida para aqueles que amam a música brasileira, principalmente a Bossa Nova, com João Gilberto. “Papel Machê”, de João Bosco chegou para abrilhantar e mostrar que a live dos dois seria especial. Já prendendo minha atenção e para grata surpresa tocaram a linda “Fly Me to the Moon” (Leve-me até a lua), eternizada na voz maravilhosa de Frank Sinatra, em uma linda interpretação. Deram continuidade com outras belas canções da nossa verdadeira música popular brasileira, com “O Velho e a Flor”, Vinicius e Toquinho; “Um dia Frio” e “Solitude” de Djavan, aliás essa última acredito que seja uma das mais lindas músicas do cantor alagoano, mas que infelizmente não é muito tocada nas rádios. “Como Nossos Pais”, Belchior; “Jade” e a tão mais linda “Corsário”, de João Bosco; “Fato Consumado”, Djavan; “Tarde em Itapuã”, Vinicius e Toquinho; “Flor de Lis”, Djavan; “Garota de Ipanema”, Vinicius e Tom Jobim; “O Bêbado e a Equilibrista”, de Aldir Blanc (que infelizmente nos deixou nesta segunda-feira) e João Bosco; a tão instigante “Wave”, de Tom Jobim; “All Star”, de Nando Reis que fez muito sucesso na voz da eterna Cássia Eller; “Telegrama”, de Zeca Baleiro; “Do Seu Lado”, da banda Jota Quest e encerraram a apresentação com três clássicos de Tim Maia: “Você”, “Gostava Tanto de Você” e “Azul na Cor do Mar”. Posso dizer com todas as letrras que das várias lives que tenho assistido praticamente todos os dias, a desses músicos de Caarapó, Rodrigo Faria (que tem uma suavidade em sua voz e toca muito violão) e Alan Almeida (que deu uma lição para muitos como se toca bem um baixo acústico), foi uma das melhores até o momento. Uma satisfação enorme ter assistido eles e com certeza meu sábado a noite foi preenchido musicalmente. Esperamos que tenha mais! Uma apresentação em Campo Grande seria de grande valia, principalmente no Sesc Cultura ou na Morada dos Baís. Vale muito a pena ouvir esses músicos.

118 visualizações

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W