• Alex Fraga

Festival - Há 35 anos Tetê vencia com "Escrito nas Estrelas"

Hoje (26) faz 35 anos, que a sul-mato-grossense Tetê Espíndola vencia no Rio de Janeiro,

o Festival dos Festivais da Rede Globo de Televisão com a música: “Escrito nas Estrelas”, composta por Arnaldo Black e Carlos Rennó. A grande final foi realizada do Ginásio Maracanãzinho, sendo que Mira Ira (Nação Mel) ficou em segundo lugar e Verde, com Leila Pinheiro, em terceiro. Mira Ira ainda levou o prêmio de melhor arranjo. O prêmio de melhor letra foi para A Última Voz Do Brasil, de Próspero Albanese, Armando Ferrande, Tico Terpins e Zé. Emílio Santiago ganhou o prêmio de melhor intéprete e Leila Pinheiro o de revelação.


Algumas coisas interessantes neste festival foram, por exemplo, que a canção “Os Metaleiros Também Amam”, do Língua de Trapo foi a música mais vaiada pelo público, mas foi também, de longe, a mais engraçada. Para a interpretação da canção “Condor”, o cantor e compositor Oswaldo Montenegro trouxe um coral negro composto de 25 vozes. Por sua vez um pouco após o término do festival, foi lançado o LP Festival dos Festivais pela gravadora Som Livre com as músicas finalistas acrescidas da música instrumental Fest Wave, tema do evento composta por César Camargo Mariano e Dino Vicente. A banda Joelho de Porco ficou surpresa quando soube que “A Última Voz do Brasil” tinha ganho o prêmio de melhor letra, pois achava que sua música não obteria nenhum tipo de premiação.

72 visualizações

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W