• Alex Fraga

Carnaval - Indígena Guató de MS será destaque na X9 Paulistana

Atualizado: 31 de mar.

Ela está atrás de patrocínio para arcar com despesas de viagem e estadia em SP


Originária do povo indígena Guató (considerado o povo do Pantanal por excelência), a sul-mato-grossense Gleycielli Nonato recebeu o convite de Juma, administradora e coordenadora da Embaixada dos Povos - instituição indígena, para participar como destaque no carnaval de São Paulo na tradicional Escola de Samba X9 Paulistana. Mas para que ela realize esse feito, está atrás de patrocínio para arcar com despesas de transporte, estadia e alimentação. Para quem quiser ajudar basta entrar em contato pelo número (67) 984628162 ou enviar PIX para a chave 02499463198. A escola desfilará no dia 21 de abril às 1 hora da madrugada.

Ao Blog do Alex Fraga, Gleycielli disse que Juma a encontrou em uma pesquisa nas redes sociais e através do Instagram conheceu sua história, do seu povo e o trabalho que realizada "Ela assistiu algumas das apresentações e palestras a qual fiz publicidade no próprio Instagram, entre elas para o Festival de Literatura Indígena em Campo Grande (MS), e da apresentação do Festival Campão, Circuito de Oralidades, e disse que a organização da escola ficou bem impressionada. Juntou o material que tinha recolhido, sobre mim, do google, junto ao portfólio disponível no Instagram e o que está no Mapa Cultural do Estado, e apresentou aos organizadores da escola de samba. Assim em questões de alguns dias entraram em contato enviando o convite".

Com isso, ela disse que em algumas semanas, reuniram-se para decidir quem ocuparia o lugar de destaque no centro alto do carro alegórico, e mais uma vez entraram em contato, através da Juma, para dar a notícia de que gostariam muito que fosse ela. "Porém para ir até esse evento, que acontecerá dia 21 de abril, às 01 da manhã no Sambódromo de Anhembi em São Paulo, terei que levantar custos para translado, alimentação e hotel, por isso que peço ajuda de doações e até patrocínios, pois a própria escola de samba dará os devidos créditos aos patrocinadores, assim como consta na carta convite'. Como escritora, comunicadora e artista comentou que é uma grande oportunidade de dar visibilidade aos originários de Mato Grosso do Sul, como indígena Guató. Para ela é uma honra fazer parte desse processo de representatividade histórica para seu povo. Quem irá confeccionar a roupa que irá usar será a anciã artesã indígena, Dona Catarina Guató . Será uma roupa de fibra de aguapé, assim como os seus ancestrais usavam. A X9 Paulistana entrará no Sambódromo como uma história de ficção que conta como seria se tudo desse errado (ainda mais), e a humanidade se obrigada a retornar aos saberes originários para poder ter um futuro com equilíbrio; é uma história de retomada, assim como o nosso povo está fazendo todos os dias. E de fato, se a humanidade se perder, ainda mais, terá que perguntar aos indígenas como fazer para melhorar o equilíbrio. Mas e se os indígenas não existirem mais? O nome do enredo é ARAPUCA TUPI, A RETOMADA DE UMA TERRA SEM DONO, e será um verdadeiro ensinamento de meio ambiente, respeito e visibilidade indígena, me sinto honrada de fazer parte disso tudo.

.

119 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo