• Alex Fraga

Entrevista - Ivan Marcio: "Whisky de Segunda é a minha banda de Blues do coração!"

Em entrevista exclusiva ao Blog do Alex Fraga, um dos principais gaitistas do país, ganhador do Prêmio HDB Condecora como melhor instrumentista de Blues 2020 e melhor Gaitista em 2021, o músico e cantor Ivan Marcio que fez um show ontem no Blues Bar em Campo Grande e fará outro neste sábado na Canalhas, disse das suas influências e do blues, gênero que luta por mais espaço e divulgação no Brasil.

1 – Você o primeiro bluseiro brasileiro a gravar três discos seguidos em Chicago, porque no Brasil é tão complicado esse gênero ser divulgado pela mídia.


Ivan Marcio - O Blues mesmo sendo hoje uma linguagem universal para tantos estilos musicais, há um certo "preconceito" mas percebo que estamos tendo uma abertura maior no mercado com as redes sociais que nos ajudam a impulsionar a divulgação e principalmente a busca de admiradores do estilo pelo mundo todo. A ideia é fazer com que as pessoas tirem o pré conceito que BLUES é chato ou repetitivo, mostrando suas faces diversas e no que é possível tocar com uma linguagem mais popular do que as músicas mais antigas, tocando clássicos com roupagem mais "moderna" sem tirar a essência básica do estilo.


2 – Quais os seus três gaitistas preferidos na atualidade?


Ivan Marcio - Eu sou admirador do Jason Ricci, Rick Estrin e Charlie Musselwhite que mantemos contato sempre e me ajuda muito desde os anos 90.


3 - Em seus shows, pode citar algumas canções que jamais podem faltar?


Ivan Marcio - Eu gosto de tocar sempre o que realmente me toca o coração e Help Me, Telephone Blues e Blow Wind Blow não podem faltar no meu set list.


4 – Sua carreira iniciou muito cedo tocando profissionalmente, no entanto, cantar também sempre foi uma paixão ou fez essa opção para não ser apenas um músico...


Ivan Marcio - No começo tinha como referência o gaitista Flávio Guimarães do Blues Etílicos, onde tive o prazer de ter um disco gravado juntos e ele me disse algo que Gaitista que não canta passa fome ..rsrsrs...guardei suas palavras e iniciei a cantar logo no primeiro show aos 14 anos de idade e sempre busco aperfeiçoar e estudar para que a voz seja tb um instrumento marcante dentro dos meus shows.

5 - O show em Campo Grande será um tributo a Muddy Waters. Ele foi um dos caras que mais te influenciou em sua carreira.


Ivan Marcio - Muddy Waters é essencial para qualquer apreciador e admirador do estilo e tocar Muddy Waters não é fácil como parece, pois ele têm até hoje pontos importantes de como executar soando o estilo mais elétrico de Chicago. Durante algum tempo fui gaitista do filho mais velho dele Mud Morganfield Williams fazendo algumas turnês pelo Brasil e isso me faz estar na linha de frente dos conhecedores e executores do estilo de Muddy com a mesma pulsação e admiração pelo estilo.


6 – Como conheceu o pessoal da Whisky de Segunda? O que o público poderá esperar desse encontro?


Ivan Marcio - Whisky de Segunda é a minha banda de Blues do coração e hoje mesmo brinquei com eles que eu sou um dos membros mais antigos da Banda...rsrs. Nos conhecemos há mais de 20 anos e desde 2004 tocamos juntos pelo menos uma vez por ano e só falhamos durante o período da Pandemia. Meus planos é vir mais vezes a Campo Grande para tocar com a Whisky de Segunda que mantém seu estilo clássico e possuem a mesma energia que eu para darmos tudo que podemos ao público em termos de energia e qualidade, sendo muito sincero esta é uma banda pronta para tocar em qualquer canto do mundo e impressionar e tocar o coração dos aficionados.



84 visualizações0 comentário