• Alex Fraga

Crítica – Os Alquimistas dá um belo presente com som vintage cinquentista!

Atualizado: 21 de Dez de 2020


Procurar mudanças e não ficar na mesmice. Buscar o passado para mostrar que ele pode se encaixar perfeitamente musicalmente no presente. Quando recebi do jornalista Alexandre Zanetti um watts para que eu ouvisse o single intitulado “O ano sem Natal” da banda “Os Alquimistas” de Campo Grande – MS, dizendo que foi inspirada nas antigas canções natalinas de grupos Doo-Wop e da dita jovem guarda, fiquei curioso. Nessa conversa rápida disse que banda chegou com essa canção sobre natal e pandemia. Música feita a distância, através de vídeo chamadas, no meio do ano, como uma brincadeira. A banda lançou como single antes do álbum que planeja gravar no próximo ano. “O ano sem Natal" foi gravada entre novembro e início de dezembro de 2020 no Estúdio 45 e conta com participações de Gabriel de Andrade na guitarra e Philip Andara no sax tenor. Assim, ouvindo atentamente esse ritmo que na realidade foi o primeiro a ser aceito pela sociedade branca, sem restrições e na sua forma original, o Doo-Wop, que no início era conhecido apenas como “grupos de harmonia vocal, hoje o termo é bastante popular entre aqueles que estão inseridos na cena “vintage cinquentista”. Ouvi atentamente a música “O ano sem Natal” e a banda sul-mato-grossense me fez lembrar dos belos grupos de uma época que não volta mais, como The Platters, The Spaniels, The Coronets, The Moonglows, Darts, Big Daddy e até mesmo The Flamingos. É extremamente gratificante ouvir jovens músicos buscando o passado para se reinventar em seu som. Leotta, Bo Loro e Perim fazem essa mudança e esquenta assim esse natal que para muitos será angustiante devido a pandemia. Mas acredito que o som suave do passado é justamente a alegria de um futuro próximo. “Os Alquimistas” abre com estilo algo que para muita gente estava perdido. É aquilo, às vezes o futuro e o passado são mais presentes do que você imagina”. Adorei a música e vale a pena ouvir várias vezes !




88 visualizações0 comentário