• Alex Fraga

Crítica - Mr. Willie surpreende e agrada público no Bonito Blues Jazz

Banda Mr. Willie agradou com belo show em Bonito. Fotos Valentim Manieri

Quando ouvimos um blues, imaginamos e até podemos definir como algo triste. O gênero musical que nasceu nas lavouras através negros nos Estados Unidos cativou a todos em todo o mundo os que apreciam música de qualidade. Quem assistiu a última apresentação da banda campo-grandense Mr. Willie no Bonito Blues & Jazz Festival. no sábado, sem dúvida teve com certeza a essa sensação cativante e assim deixou a melancolia de lado. Músicos com qualidade irreparável mostraram que Mato Grosso do Sul está nessa rota do blues e jazz nesse Brasil que infelizmente muitas vezes as pessoas são levadas pela "onda" da modinha de ritmos. Mas a banda Mr. Willie carrega através de seus músicos essa verdade do que é bom para nossos ouvidos. Méri Oliveira, João Carlos, Victor Hugo, Jonathan, Gesiel Lopes e Maurício Kemp (este fez uma participação especial com a banda) superaram as minhas expectativas.


Não é qualquer banda que consegue manter manter ritmo intenso e que segura um público atento e exigente como é o que adora blues e jazz. Mas, Mr. Willye rompeu essa barreira e fez um show ideal. Individualmente não posso nem comentar o trabalho desse músicos que foram fantásticos. A cantora Méri Oliveira mostrou que é sem dúvida uma das grandes vozes do Estado (gosto mais quando mostra seu potencial vocal no blues). Não se pode negar que Méri é uma ótima cantora. O repertório foi muito bom. Por sua vez insisto em escrever que muitas vezes as mudanças rítmicas e variadas de um show não devem ser tão diferenciadas, pois às vezes atrapalha. As releituras são fundamentais e os cuidados ainda mais. As participações de Dominique Bernal e Clayton Sales foram mais que especiais. Ouvir Mr. Willye foi gostosamente saudável, principalmente pelo profissionalismo e talento de seus componentes. Com certeza irei ver mais vezes!


Fotos Valentim Manieri





119 visualizações0 comentário