top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Crítica - Marisa Monte: poético e tão melhor como outros shows de uma cantora singular!

Fotos: Valentim Manieri - - -

O show da cantora Marisa Monte realizado na última sexta-feira em Campo Grande Ginásio Poliesportivo Avelino Neto, o popular Guanandizão, pode-se dizer que teve algumas nuances que podem ser questionadas, principalmente no que diz respeito ao som (acústica do local). Questionado por algumas pessoas nas redes sociais (aliás o interessante é que muitas não estiveram no show e mesmo assim "criticaram" por terem ouvido falar por outras). Mas, antes mesmo de escrever sobre o show da artista, é necessário salientar que se houve problemas sonoros (afirmo que no local que estava ouvi tranquilamente), a culpa não foi dos promotores do evento. Poderiam cobrir com centenas de cobertas o teto na tentativa de abafar o som, até quem sabe, mas sabe-se que a diferença seria mínima. O ginásio que existe desde 1984 , e que por sinal com a apresentação musical de Rita Lee e banda, foi construído para abrigar eventos esportivos e não shows musicais. Outros grandes eventos passaram por lá como Roberto Carlos, Titãs, Legião Urbana, RPM, Luan Santana entre outros, e a acústica não foi tão questionada. O problema é que infelizmente governos anteriores e a própria iniciativa privada ainda não se "atentaram" que Campo Grande necessita de um lugar adequado para shows com toda estrutura. Outras capitais do país têm e por quê, justamente a capital do Mato Grosso do Sul não ? Criticar promotores é fácil, mas cobrar dos governantes e empresários ninguém o faz. Mas é isso..., uma simples explanação de quem já assistiu inúmeros shows nesse local. E falando do "Portas" de Marisa Monte, é necessário ressaltar que organizar um show de qualidade é um desafio. A produção deste foi impecável em todos os sentidos, desde a chegada do público, com segurança total, estacionamento adequado (preço não exorbitante como normalmente ocorre, R$ 30,00), recepção, garçons, serviço de bar, acesso fácil aos banheiros (limpos), distribuição das mesas (com espaço), iluminação perfeita e equipamento sonoro de primeira linha. Mas o som? Naquele local, qualquer tentativa de melhorar é algo paliativo. Mas, Marisa Monte fez uma apresentação incrível e com direito de músicas novas e de sucesso absoluto (o que o público queria), como Bem que se quis, Beija eu, Ainda lembro, Amor I Love You, Não vá embora, Velha infância, O que me importa, Preciso me encontrar, Já sei namorar, entre outras. Atenciosa, simpática e com uma interação maravilhosa com todos, inclusive com membros de sua banda composta de grandes músicos brasileiros, como o grande Davi Moraes (filho de Moraes Moreira), Pretinho da Serrinha, Dadi (ex A Cor do Som), o baterista Pupillo, pianista Chico Brow, além dos maravilhosos sopros de Eduardo Santanna, Lessa e Antônio Neves. Um show inesquecível com artistas especiais...Marisa Monte aos 55 anos, esteve no palco como uma rainha, aliás, um figurino a caráter, belíssimo com todo o brilho que uma artista como ela merece. Com 35 anos de carreira, ela mostrou que está na melhor desde de sua carreira. Um show lindo e com praticamente duas horas de duração, teve vários momentos de emoção e alegria, e entre eles quando cantou a bela música “Preciso me encontrar”, de Candeia, e o samba-enredo “Lendas das sereias, rainhas do mar”, dos compositores do Império Serrano, que o desfilou em 1976. O público cantou junto. Enfim, quem assistiu saiu impregnado de boa música e um desfile de cultura brasileira!!! Valeu e muito assistir o espetáculo musical de Marisa Monte!!!




190 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page