• Alex Fraga

Clipe Musical - Mar de Gente, com o Duo Cauterize

Cauterize é um Duo campo-grandense formado pelos músicos Alex Miranda & Thiago Dragão. A música desta sexta-feira no Blog do Alex Fraga é a "Mar de Gente". Para quem ainda não conhece, O duo sul-mato-grossense sem gênero musical declarado, mescla elementos de música eletrônica, rap e metalcore. O clipe Mar de Gente mostra a estética de uma timeline de redes sociais de uma forma viciante mostrando várias cenas de forma que sugere sensacionalismo, violência, vícios e pornografia são alguns contextos mostrados de forma subliminar.


O termo Mar de Gente sugere uma coletividade porém sem identidade, como um rebanho, faz alusão a forma como perdemos a identidade se nos assemelhando muito a maioria. “Afogar num mar de gente é o lago que mata um narciso” se refere ao lado mais nocivo da vaidade, quando se compara aos outros. Também refere-se ao narcisismo nas redes quando muitas pessoas se iludem por padrões de vida ou beleza que são muitas vezes ilusórios, conceitos moldados através das bolhas sociais.

Mar de Gente


A um passo largo desse abismo, testo meu espírito.

Nadar num mar de gente é o lago que mata um narciso.

Insistindo no conflito resisto, incisivo assassinando mitos.

Disparo oitenta tiros pelo aviso.

Os ratos ignoravam o perigo e seu guizo.

Tendo fé mas eu duvido da sorte ou destino.

Um retrato falado pra quem se viu perdido.

Rezando para os deuses que não ouvem nossos gritos.

Meus sonhos eram todos profecias não pense que duvidei dos meus olhos.

Mantendo distância pra não adoecer (mantendo a distância, deixados pra trás).

Guardei a fé que me resta (mantendo a distância, pagando pra ver).

Posso sentir o veneno nesse ar.

Não aja como se me entendesse.

Não fale como se soubesse.

Eu tenho olhos em todo lugar

(É como um estado de medo, como estar sob efeito como d4nific4do, à esquerda de deus).

Não aja como se não lembrasse.

Me poupe da sua falsa prece.

É no meu sangue que querem afogar (É como um estado de medo, como estar sob efeito como d4nific4do, à esquerda de deus).

Venha ao sol observá-los queimar.

Minha mente sob efeito pensa em escapar.

Entre o céu e o inferno a me cobrar.

Por quanto tempo se espera? (É como um estado de medo, como estar sob efeito como d4nific4do, à esquerda de deus).

Disseram mentiras ao ventos, eles irão engasgar (irão engasgar).

Palavras que tinham veneno, veja seu fogo queimar (não).

Não aja como se não lembrasse Me poupe da sua falsa prece.

É no meu sangue que querem afogar.

(É como um estado de medo, como estar sob efeito como d4nific4do, à esquerda de deus).

Venha ao sol observá-los queimar...

95 visualizações0 comentário