• Alex Fraga

Cinema\TV - Série nacional estreia com ator sul-mato-grossense Tero Queiroz

O ator sul-mato-grossense Tero Queiroz (Wellington) é um dos protagonistas da série de comédia com 13 episódios que vai ao ar nesta quinta-feira (19), às 00h15 (horário MS) na TV Cultura. É a primeira série nacional gravada com consultoria ambiental: “Insustentáveis”. A reserva Jamacá, em Chapada dos Guimarães, é cenário da história de um grupo de pessoas bastante diferentes, mas que tentam viver numa comunidade alternativa. Esse é o enredo da série televisiva “Insustentáveis”,


O ator estará ao lado da atriz baiana, Lis Luciddi (Luiza), e dos atores (a) paulistas, Marcos Becker (Tonho), Marilia Ennes (Krishina), Lorenzo Ennes (Uirá), Cris Amaral (Aurora) e Ladislau Cardos (Caio). É dirigida por Fernanda de Cápua (Vermelho Filmes), Jackeline Scarpelli e Perseu Azul (Produtora Cérberos), a série é uma comédia cuja preocupação ambiental não está só nos diálogos, mas no dia a dia da produção e seus impactos. Quando gravada, em 2017 a série teve todo cuidado com o “estúdio de gravação”, onde grande parte das filmagens foram realizadas na reserva. “Insustentáveis” é a primeira série de TV que conta com uma consultoria ambiental, feita pela empresa Cinema Verde.


Uma produção audiovisual tem um impacto muito grande, produz lixo, gás carbônico Essa produção a gente fez de uma maneira diferente, com um consumo muito menor e lá na frente haverá uma compensação desse impacto que a gente vem gerando, que é muito menor que o de uma produção normal”, garante Ariene Ferreira, que é consultora da Cinema Verde e também assina a produção executiva em parceria com Mylena Mandolesi.

Segundo a produtora executiva Mylena Mandolesi, a série “Insustentáveis” foi viabilizada com recursos do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Audiovisual Brasileiro (Prodav), da Agência Nacional de Cinema (Ancine). A produtora Cérberos Filmes, de Jaciara (MT), que foi a selecionada pelo edital, se uniu à produtora paulista Vermelho Filmes para levar à frente o projeto, iniciando os trabalhos em junho, para começar a filmar em agosto, finalizando as gravações em setembro.


A série conta a história de um grupo de amigos e familiares que decide abandonar a vida nas grandes cidades para construir uma realidade sustentável e formar uma comunidade autogerida em Chapada dos Guimarães. Com muita base teórica, mas pouca experiência prática, eles terão que aprender a dominar a natureza externa e interna: desde cultivar uma horta até controlar seus instintos mais brutos, com o intuito de tornar tolerável uma convivência social tão intensa.

84 visualizações

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W