• Alex Fraga

Cinema – Curta do MS é selecionado para mostra audiovisual nacional

O curta-metragem “Passageiras” produzido pela artista visual sul-mato-grossense Tetê Irie com o produtor musical Léo Verão foi selecionado para o Festival Arte como Respiro – Edição Audiovisual. Ele está em exibição no site do Itaú Cultural até o dia 15 de dezembro. Sob a temática “Descobertas e/ou Redescobertas”, ao todo foram selecionadas 90 curtas-metragens em 20 estados brasileiros para o festival, entre documentários, ficções e filmes experimentais, realizados com diferentes técnicas e linguagens.


Apenas duas obras de Mato Grosso do Sul foram selecionadas, “Passageiras” é uma delas. Desenvolvida durante o início do isolamento social ocasionado pela pandemia Covid19, a animação em stop motion foi produzida por Tetê e Léo. A obra traz um novo olhar sobre o jardim cotidiano, ressignificando a crise e refletindo a compreensão sobre o pulsar da vida. “Foi início do lockdown, a gente fechado em casa, sem saber bem o que ia acontecer, muita incerteza e uma certa angústia. Porém, os ipês começaram a ficar exuberantemente floridos. Colhemos as flores, levamos pra dentro de casa e decidimos fazer o vídeo”, diz a artista. “Foi um pouco complexa a continuidade das cenas, porque as flores são efêmeras e murcham rapidamente”, completa.


Habituados com produções audiovisuais profissionais, com equipes de dezenas de pessoas e equipamentos sofisticados, a dupla diz que também foi uma forma de se reinventar - o vídeo, experimental, foi todo produzido feito com equipamentos domésticos: celular e luminárias. “A equipe éramos nós dois”, relembram. “O vídeo reflete essa redescoberta da gente mesmo e também dos ciclos da natureza, da vida. Lembra que, como o ipê, nós não vamos estar floridos o tempo todo: vamos passar pelas crises.” finaliza Irie. (c

om Assessoria).

72 visualizações0 comentário