top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Bonito - Cine Sur anuncia os filmes selecionados em sua primeira edição



Com uma seleção diversificada de títulos da América do Sul, o evento anuncia a lista para as Mostras Competitivas que tiveram no total 657 filmes inscritos.

O Festival, que será realizado entre os dias 04 e 11 de novembro deste ano na cidade de Bonito - MS, oferecerá premiação em dinheiro e o Troféu Pantanal para os melhores filmes escolhidos por um Júri oficial e pelo voto do público no Júri Popular nas categorias: melhor longa sul-americano, melhor curta sul-americano e melhor filme sul-mato-grossense.


O diretor do Festival, Nilson Rodrigues, ressalta que “quer que o evento seja um espaço de encontro da melhor produção cinematográfica da América do Sul e também o ambiente para discutir os nossos mercados, as dificuldades que enfrentamos para termos acesso às nossas cinematografias. A ideia é contribuir para construir alternativas.”


Imagem do filme: “Mais Pesado é o Céu”, de Petrus Cariry, Brasil, 2023

O curador da Mostra de filmes sul-americanos de longa e curta metragem, José Geraldo Couto, afirma que “a importância deste novo festival é enorme, por tornar a cidade de Bonito (e o estado do Mato Grosso do Sul) um polo importante de difusão e debate da produção cinematográfica contemporânea do continente. O MS está praticamente no centro da América do Sul, fazendo fronteira com a Bolívia e o Paraguai, o que faz dele uma região particularmente apropriada para a veiculação de obras e o intercâmbio de experiências dos realizadores cinematográficos do continente.”


Além disso, José Geraldo aponta que “a busca pela diversidade temática e estética foi tão importante quanto a exigência de qualidade artística” na escolha das obras selecionadas. O curador afirmou ainda que “os filmes selecionados acabaram se impondo justamente por combinar relevância temática e excelência na realização cinematográfica. Em termos de tema, estão presentes questões candentes da atualidade: políticas, sociais, étnicas, de gênero, etc. Mas esses assuntos são abordados das mais diversas maneiras, e de modo essencialmente cinematográfico, variando do drama ao suspense, do documentário ao fantástico.”

Imagem do filme “La Bruja de Hitler”, de Virna Molina e Ernesto Ardito, Argentina, 2022


Conheça a relação dos longa-metragens sul-americanos selecionados:



Mais pesado é o céu Ficção – Brasil – 2023 *98 minutos *Direção: Petrus Cariry *Produção: Bárbara Cariry


La bruja de Hitler Ficção – Argentina – 2022 *117 minutos *Direção: Virna Molina e Ernesto Ardito *Produção: Virna Molina e Ernesto Ardito


El visitante Ficção – Bolívia/Uruguai – 2022 *86 minutos *Direção: Martin Boulocq *Produção: CQ Films


La pampa Ficção – Peru / Chile / Espanha – 2022 *106 minutos *Direção: Dorian Fernández Moris *Produção: Nevenka Yanovich


Green Grass

Ficção – Chile/Japão – 2022 *100 minutos *Direção: Ignacio Ruiz *Produção: Masumi Soga


Lucette Ficção – Paraguai – 2022 *85 minutos *Direção: Mburucuya Fleitas e Oscar Ayala Paciello *Produção: Mburucuya Fleitas


Conheça a relação dos curtas-metragens sul-americanos selecionados:


Sigma Ficção – Brasil – 2023 *20 minutos *Direção: Allan Riggs e Rubens Sant’Ana *Produção: Riggs Productions


Estrellas del Desierto Ficção – Chile – 2022 *18 minutos *Direção: Katherina Harder *Produção: Volcanica Films


Yigayo Yuwuerane Documentário – Colômbia – 2023 *8 minutos 29 segundos *Direção: Ross Dayana López *Produção: Sangelly López


Vias Ficção – Argentina– 2022 *15 minutos *Direção: Pablo Agustin Richards *Produção: Luciana Pizzorno


Piedra dura Ficção – Bolívia / USA – 2023 *20 minutos *Direção: Rommel Villa *Produção: Simón Avila


Milonga de espino Ficção – Uruguai/Espanha – 2022 *20 minutos *Direção: Álvaro Leivas *Produção: Emma Alós

Conheça a relação dos filmes sul-mato-grossenses selecionados:


A outra margem Ficção – Campo Grande – 2015 *26 minutos *Direção: Nathália Tereza *Produção: Ana Paula Málaga, Breno Benetti


De tanto olhar o céu gastei meus olhos Ficção – Campo Grande – 2017 *25 minutos *Direção: Nathália Tereza *Produção: Dora Amorim, Nathália Tereza, Thaís Vidal


A Dama do Rasqueado, Delinha Documentário – Campo Grande – 2017 *75 minutos *Direção: Marinete Pinheiro *Produção: Marinete Pinheiro, Jerry Espindola


La Plata Ivygu - Enterros e Guardados Documentário – Bonito – 2016 *70 minutos *Direção: Paulo Alvarenga Isidorio e Marcelo Felipe Sampaio *Produção: Fernando Bonassi, Marcelo Felipe Sampaio


As Marias Documentário – Campo Grande – 2023 *16 minutos *Direção: Dannon Lacerda *Produção: Chalana Produções, Cabaré Filmes


Adão e Eva do Pantanal Sul Documentário – Campo Grande – 2023 *6minutos 24segundos *Direção: Ara Martins *Produção: Ara Martins


Cativo Ficção – Dourados – 2022 *18 minutos *Direção: Albano Pimenta *Produção: Joi Dias e Raquel, Fernandes Canário


Planuras Documentário – Campo Grande – 2015 *48 minutos

*Direção: Mauricio Copetti *Produção: Mauricio Copetti


Cordilheira de Amora II Documentário – Campo Grande – 2015 *12 minutos *Direção: Jamille Fortunato *Produção: Lia Mattos, Alexandre Basso


O Festival apresentará ainda duas mostras paralelas fora da competição: uma de cinema de animação para o público infanto-juvenil e uma de cinema ambiental para pensarmos o presente e garantir o futuro da vida no planeta.

Além das Mostras de filmes, o evento contará com ampla programação com atividades formativas, fóruns de discussões sobre mercado de cinema e audiovisual na América do Sul, encontro com produtores e realizadores, oficinas de roteiro, de elaboração de projetos audiovisuais e de coprodução internacional. A agenda completa será divulgada em breve.


O Bonito Cinesur conta com o Patrocínio do Ministério da Cultura - por meio de emenda parlamentar do deputado federal Vander Loubet e Caixa Econômica Federal e os apoios da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS), SESC Fecomércio-MS, Centro de Convenções de Bonito, Câmara Municipal e Prefeitura Municipal de Bonito.


Realização: Associação Amigos do Cinema e da Cultura - A Associação Amigos do Cinema e da Cultura é uma entidade privada sem fins lucrativos, fundada em 2007, que desenvolve projetos culturais, educacionais e de formação há mais de 15 anos. Entre as atividades realizadas, destacam-se os projetos Cinesurdo; Vídeo Índio Brasil; A Escola no Cinema; Diálogos Contemporâneos; Circuito Popular de Cinema do Ceará; e Cinema nas Escolas.

Sua experiência e capacidade técnica para o desenvolvimento e realização de atividades na área do cinema, bem como em formação, educação e cultura em geral, já foram atestadas pela Comissão de Educação, Saúde e Cultura da Câmara Legislativa do Distrito Federal e pela Universidade de Brasília.


Nilson Rodrigues: Diretor do Festival

Produtor dos filmes “O outro lado do paraíso”, de André Ristum (2014), e “O pastor e o guerrilheiro”, de José Eduardo Belmonte (2023). Foi diretor do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (1995, 1997, 1998 e 2011) e do Festival Internacional de Cinema de Brasília – Brazilian International Film Festival (2012 a 2017).


José Geraldo Couto: Curador da Mostra de filmes sul-americanos de longa e curta metragem. É jornalista, tradutor e crítico de cinema. Trabalhou por mais de 20 anos no jornal Folha de São Paulo. Atualmente é colaborador do Instituto Moreira Salles. Traduziu obras l iterárias deHenry James, Norman Mailer, Truman Capote, Martin Scorsese e Nelson Mandela, entre outros.


Bonito Cine Sur - Festival de Cinema Sul-Americano 2023

Data: de 04 a 11 de novembro de 2023

Local: Centro de Convenções da cidade de Bonito - Mato Grosso do Sul Endereço: Rodovia Bonito/Guia Lopes, Km 02, Bonito - MS, 79290-000 Site: www.bonitocinesur.com.br/2023/ Redes sociais: https://www.instagram.com/bonitocinesur/


*** Assessoria de Comunicação***

25 visualizações0 comentário

Opmerkingen

Beoordeeld met 0 uit 5 sterren.
Nog geen beoordelingen

Voeg een beoordeling toe
bottom of page