• Alex Fraga

Audiovisual - Obra de Maíra Espíndola exibida no canal Elástica Videogradia

*** Lucas Arruda *** - - -


Produção inspirada em sonho terá sua estreia neste domingo no YouTube Sonhos, liberdade, encarceramento e um toque da realidade brasileira tecem a narrativa de “Pássaro de Bolso”, experimento audiovisual criado pela artista Maíra Espíndola. A obra tem sua estreia prevista para domingo, às 20h, no canal da Elástica Videografia, no YouTube. A exibição é gratuita.

A artista define a produção em “Uns sonhos de liberdade, uns sonhos de prisão”. A ideia do filme surgiu durante um sonho, em que ela conversava com seus pássaros internos, foi acrescentando imagens e construindo um mosaico vertiginoso de referências. “Sonhei com algo em torno desse tema e tinha a ver com pássaros. Gosto da ideia de que o pássaro de bolso pode tanto ser um conceito de que ele está acessível sempre que quisermos, quanto ele está colocado no bolso de alguma força que o oprime”, reflete Maíra. Elementos do cotidiano e elementos de mundos internos da criadora se misturam no decorrer das cenas e se transformam em algo maior: “a gravidade tem nos pressionado com mais força”, pondera.

Também faz um recorte do atual contexto brasileiro, no entanto, a realizadora tentou trabalhá-lo de uma maneira “que se desgrudasse e planasse entre o antes, o agora e o depois”, avalia. “Ainda há momentos em que fica evidente que estou falando do agora e do Brasil”, completa. O filme paira entre a performance, a instalação artística e a videoarte. “Ele trata do campo poético das dicotomias: liberdade x aprisionamento, leveza x peso”, afirma. Pelo fato de permear por diferentes linguagens do audiovisual, a artista prefere não rotular sua obra.

“Não posso fazer discurso sobre a importância de fazer as coisas como eu faço e as características da forma com que vejo e sinto o mundo: aqui não existem caixas separando as coisas. Eu não saberia fazer de outra forma. Creio que é de interesse de alguém ou ‘alguéns’ rotular e separar os métodos que são afins e análogos. No futuro, quem sabe menos Hollywood e mais Pássaro de Bolso?!”, deseja.

Incentivo - Este projeto foi contemplado com recursos da Lei Federal de Emergência Cultural n. 14.017/2020 – Lei Aldir Blanc, através de edital do Governo do Estado de MS, por meio de sua Fundação de Cultura. A lei foi sancionada no fim de junho de 2020 e o projeto é de autoria da deputada Benedita da Silva (PT-RJ). Tem como objetivo ajudar profissionais da área cultural e espaços que organizam manifestações artísticas, que em razão da pandemia, foram obrigados a suspender os trabalhos.

Ela ficou conhecida popularmente como Lei Aldir Blanc em homenagem ao músico e compositor que morreu em maio, vítima do coronavírus. Foi um importante avanço para o setor, já que os recursos destinados aos municípios e estados ajudam os artistas a fomentar a cultura e se manter frente a este cenário. Serviço – O filme “Pássaro de Bolso” será exibido gratuitamente no domingo, às 20h, pelo canal da Elástica Videografia no YouTube. Mais informações pelas redes sociais: Facebook (@elasticavideografia) e Instagram (@elasticavideografia).


*** É jornalista

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo