• Alex Fraga

Artigo - O Pai Misericordioso, por P. Osmar Resende

Atualizado: 1 de mai.

O artigo deste domingo no Blog do Alex Fraga do P. Osmar Resende, sdb, da Paróquia Dom Bosco de Guarapuava (PR) é intitulado "O Pai Misericordioso"


O PAI MISERICORDIOSO

Osmar Resende


Já ouvimos falar tantas vezes sobre a parábola do “Filho Pródigo”. Mas hoje vamos refletir sobre o “Pai Misericordioso”.

Na parábola do Filho Pródigo, temos dois personagens principais. O filho que resolve deixar a família, sua tradição, seus valores, seus afetos, para curtir a vida. Curtir a vida naquilo que ela tem de melhor e de pior.

Certamente não é um mal deixar a família. Jesus mesmo deixou. Já Khalil Gibran dizia em seu livro “O Profeta” que os filhos são como flechas, que uma vez lançadas cumprem seu próprio destino... Jesus, como profeta, não foi aceito entre os seus e partiu, sacudindo a poeira (“Nenhum profeta é aceito na sua própria terra” Lc 4, 24).

Mas o “filho pródigo” quis curtir a vida, deixando-se seduzir pelas três maiores tentações: riqueza, prazer e poder... E se lambuzou. Onde esperava encontrar a felicidade, encontrou a infelicidade.

Cai em si e resolve retornar à casa paterna, onde encontraria, paz, segurança, alimento, acolhida, carinho.

De fato. Ao retornar encontra o pai de braços abertos, provocando, inclusive a inveja, o ciúme de seu irmão mais velho.

Moral da história: Jesus contou esta parábola justamente para mostrar o amor misericordioso de Deus, que respeita a liberdade humana e perdoa e acolhe o pecador, com carinho, com ternura.

Para nossa reflexão: Com qual personagem nos identificamos? Com o jovem aventureiro? Com o pai misericordioso, ou com o irmão invejoso, ciumento?

85 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo