top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Artigo - Maria, rainha da paz, por P. Osmar Resende

Domingo é dia no Blog do Alex Fraga é dia de artigo com o Pe. Osmar Resende, sdb, da paróquia Dom Bosco, de Guarapuava (PR), com Maria, rainha da paz.

MARIA, RAINHA DA PAZ

Osmar Resende SDB


Nesse dia primeiro de janeiro celebramos Maria, a Santa Mãe de Deus (Lc 2,16-21) e ao mesmo tempo o Dia Mundial da Paz.

Jesus naturalmente é o personagem principal do Cristianismo e, acreditamos, da humanidade. Mas ninguém neste mundo é uma ilha, já dizia Thomas Merton. Para o filho de Deus vir ao mundo necessitou de uma mãe. E Maria de Nazaré foi aquela justamente que assumiu tão sublime missão. Se ela é mãe de Jesus Cristo, presume-se naturalmente que ela é a Mãe do Filho de Deus.

João Paulo I teve a coragem de dizer publicamente que Deus é Pai, mas é também Mãe. Leonardo Boff escreve o Rosto Materno de Deus. Essa maternidade de Deus passa inevitavelmente pelo coração de Maria.

Lucas em seu Evangelho nos diz que “Maria ia meditando em seu coração” (Lc 2,19). Grande mistério. O mistério da Encarnação. Jesus que assume nossa humanidade através de Maria.

Maria vai ser aquela que acompanha os passos de Jesus até o Calvário, até a cruz.

Celebramos também hoje o Dia Mundial da Paz. Num mundo cheio de conflitos, surge o apelo, um grito desesperado pedindo paz. Além do conflito entre Rússia e Ucrânia, continuam os conflitos na Síria, na Etiópia, em Mianmar. Conflitos no Haiti, no Iêmen, em Moçambique. E ainda alguns grupos de terroristas islâmicos que provocam cenas de guerra, de destruição.

Passamos pela Primeira, Segunda Guerra Mundial. E alguns dizem que já estamos na Terceira Guerra Mundial. O homem, a humanidade, não sabe conviver pacificamente. Os interesses políticos, econômicos e até mesmo religiosos contribuem para esse desastre. E o homem, a humanidade não aprende com as lições da história.

Nesse dia portanto em que celebramos o Dia Mundial da Paz, rogamos a Maria, Rainha da Paz, que interceda junto a seu filho Jesus por nós. Se bem que a guerra depende dos homens que se armam, que lutam às vezes a contragosto, manipulados por seres inescrupulosos.

E que possamos, como Maria, acolher Jesus em nosso coração, em nossa vida. Que sejamos pessoas de paz, pacíficas e pacificadoras.

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page