top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Artigo - Jesus cura um cego de nascença, por P. Osmar Resende

Domingo no Blog do Alex Fraga é dia de artigo do P. Osmar Resende, sdb, da paróquia Dom Bosco de Guarapuava (PR), com Jesus cura um cego de nascença.


JESUS CURA UM CEGO DE NASCENÇA (Jo 9,1-41)

Osmar Resende SDB


Domingo passado encontramos Jesus na cidade de Sicar, na Samaria, conversando com uma samaritana pedindo água para saciar sua sede e oferecendo a água viva da salvação, da felicidade. Hoje encontramos Jesus nas proximidades do Templo de Jerusalém.

E aí Jesus se encontra com um cego de nascença. Aproxima-se dele, se compadece, toca seus olhos com lama, feita com sua própria saliva e um punhado de terra.

Acontece que era um dia de sábado. E no sábado os judeus que seguem o Judaísmo ainda hoje guardam com o maior respeito, não trabalhando, não realizando nenhuma ação que pudesse nem de leve transgredir este preceito.

Quando fui a Jerusalém em 1996, aí perto da mesquita de Omar, na cidade Velha de Jerusalém, fomos repreendidos simplesmente porque estávamos tirando fotografias em pleno sábado.

O cego, sem identidade, sem nome, professa sua fé em Jesus. Reconhece nele um profeta, um homem de Deus. E prostrou-se reverente perante Ele.

Por causa disso é expulso da sinagoga pelos fariseus, os guardiões da lei.

O encontro com Jesus vai mudar sua vida. São Paulo escrevendo aos efésios nos diz: “Outrora éreis trevas, mas agora sois luz do Senhor. Vivei como filhos da Luz” (Ef 5,8).

Jesus busca, acolhe aquele homem, como o Pastor acolhe a ovelha desgarrada.

Nós também, às vezes caminhamos como cegos, às apalpadelas, em busca da luz, da verdade. Assim devemos ser buscadores de Deus. Jesus se apresenta como a luz do mundo. E quer também que sejamos luz do mundo. Que ajudemos as pessoas a encontrarem o caminho. O caminho do bem, da felicidade, da paz.

E só conseguiremos se formos, como Jesus, fraternos, solidários

46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti

Valutazione 0 stelle su 5.
Non ci sono ancora valutazioni

Aggiungi una valutazione
bottom of page