top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Artigo - Humildade e Caridade, por P. Osmar Resende

O artigo deste domingo no Blog do Alex Fraga do P. Osmar Resende, sdb, da Paróquia Dom Bosco de Guarapuava (PR) intitulado: Humildade e Caridade.



HUMILDADE E CARIDADE

Osmar Resende SDB


Neste domingo o Livro do Eclesiástico nos convida à mansidão, humildade, gratidão, à busca da sabedoria (Eclo 3,19-21.30-31).

Já a Carta aos Hebreus nos convida a uma maior proximidade com Deus (Hb 12, 22-24).

No Evangelho de Lucas (Lc 14,1.7-14) Jesus nos convida à humildade e gratuidade.

Jesus, estando na casa de um fariseu, observ que os convidados procuravam os primeiros lugares. Lugares de honra, distinção. Jesus aproveita para dar uma lição de humildade. Convida-os a serem humildes, não buscando os melhores lugares, correndo o risco, inclusive de serem destronados e a ocupar os últimos lugares.

Vivemos igualmente num mundo de competição, onde se buscam os privilégios, a lei da vantagem (o que nos faz lembrar a Lei de Gerson, ou seja: o campeão brasileiro da copa de 70 que fazia propaganda de um cigarro fajuto, Vila Rica e dizia que gostava de levar vantagem em tudo).

Busca-se a vitória a todo custo, o sucesso, a glória, a fama. É lógico que podemos e devemos usar nossos dons, nossos talentos. Aliás, seremos cobrados por isso. Mas não podemos, porém, excluir as pessoas, praticar injustiças.

Na segunda parte deste trecho do Evangelho de Lucas, Jesus convida a termos uma predileção pelos pobres. Jesus não despreza os parentes, os amigos. Mas não podemos excluir os demais, sobretudo pobres.

A Igreja, após o Concílio Vaticano II, convida realmente a uma opção pelos pobres, seguindo os ensinamentos, o próprio exemplo de Jesus.

Dia 27 de agosto lembramos coincidentemente a morte de três grandes brasileiros que estão em processo de canonização, de reconhecimento de santidade: Dom Hélder Câmara (1999), Dom Luciano Mendes (2011) e Dom José Maria Pires (2017), defensores da justiça, dos pobres, dos direitos humanos.

Dia 25 lembramos a Irmã salesiana FMA Maria Troncati, uma freira italiana, que deixou sua pátria para trabalhar na América, mais especificamente no Equador, em meio aos indígenas Shwar. Aí desgastou sua vida atendendo-os nas selvas, em meio às maiores dificuldades, às maiores privações.

E no dia 26 a família salesiana lembra o bem-aventurado Zeferino Namunkurá, um jovem indígena Mapuche, aluno salesiano, que desejava ser um sacerdote justamente para ajudar seu povo.

E assim, tantos outros que procuraram seguir o exemplo de Jesus, de humildade, de serviço, de gratuidade, de dedicação aos mais pobres

67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page