top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Artigo - Cristo Rei, por P. Osmar Resende


Domingo no Blog do Alex Fraga é dia de artigo com o pároco da igreja Dom Bosco de Guarapuava (PR), P. Osmar Resende, com Cristo Rei.


CRISTO REI

Osmar Resende SDB


Estamos encerrando o ano litúrgico com a Festa de Cristo Rei. Próximo domingo inicia-se o Tempo do Advento, em preparação para o Santo Natal.

Ao preparar esta homilia, me veio logo à mente uma pequena aldeia Xavante lá em Mato Grosso. Aos poucos foram proliferando as aldeias, na sua maioria dedicadas a algum santo, Nossa Senhora. E uma delas era dedicada a Cristo Rei.

A festa de Cristo Rei foi instituída pelo Papa Pio XI em 1925. Para dizer que Cristo é o nosso líder, nosso salvador, nosso mestre, nosso guia.

Quando perguntaram para Jesus se Ele era rei, respondeu afirmativamente. Mas fez questão de dizer que o seu reino não é como os reinos deste mundo. A sociedade, o mundo, vai mudando sua configuração, sua organização política. Hoje em dia lembramos o Rei Charles da Inglaterra e o Rei Felipe VI da Espanha, que são apenas figuras decorativas. No passado tivemos reis poderosos. Muitos deles foram tiranos e cruéis. Outros, no entanto, foram até canonizados como santos. Estes dias, por exemplo, celebramos Santa Isabel, rainha de Hungria e Escócia.

Os reis antigamente viviam nos palácios, com todas as mordomias. Tinham seus exércitos. Faziam guerras. Exploravam povos e terras.

Jesus veio implantar definitivamente o Reino de Deus. Deus é o Senhor da História, do Mundo, do Universo. Chegada a plenitude dos tempos, Deus envia seu próprio Filho, na pessoa de Jesus. Esse passa por esse mundo fazendo o bem, movido pela compaixão, pela misericórdia.

O Evangelho de Mateus (Mt 25,31-46) nos fala do julgamento final, em que seremos julgados pelo amor, em forma de justiça, de fraternidade, de partilha, de compaixão concreta por aqueles mais necessitados, mais carentes de nossa sociedade. Milhares, milhões de pessoas que estão por aí sofrendo: doenças, vítimas de guerras, inundações, furacões, por causas humanas ou naturais. Outros pela sua origem que provém de séculos.

E Jesus nos convida a examinar nossa consciência no dia de hoje, aqui e agora, sobre nosso procedimento para com o “sedento, faminto, migrante, prisioneiro”.

Deus não nos vai pedir diploma de religião, de batismo, ou de crisma. Mas ele nos cobra nossa atitude perante os mais fracos, vulneráveis de nossa sociedade.

Em termos gerais, podemos dizer que a Cristandade vai cedendo lugar para o ceticismo, a descrença. Basta ver na Europa, por exemplo, igrejas católicas sendo fechadas, vendidas, enquanto o Islamismo, os muçulmanos aumentam a cada dia.

Hoje é dia do Cristão Leigo. Que fazemos para ajudar a transformar nossa família, nossa sociedade, tornando um mundo mais humano, mais fraterno, expressão viva do Reino de Deus? Graças a Deus temos inúmeros leigos que ajudam nas comunidades; que lutam pela paz, pela justiça, pela solidariedade, na igreja e na sociedade

28 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Nov 27, 2023
Rated 5 out of 5 stars.

Excelente texto

Like
bottom of page