top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Artigo - A Vinha do Senhor, por P. Osmar Resende

A VINHA DO SENHOR

Osmar Resende SDB


Mateus narra uma parábola contada por Jesus (Mt 21,33-43). O dono da vinha arrenda sua vinha para um agricultor. Depois manda seus empregados na época da colheita, na safra, para arrecadar sua parte. Mas o que acontece? Os vinhateiros espancaram, apedrejaram e até mataram os empregados do dono da vinha.

Isaías fala não dos vinhateiros, mas da própria vinha, que produz uvas selvagens, não produz bons frutos (cf. Is 5,1-7). Que frutos seriam estes?

É São Paulo quem nos diz: as virtudes, a verdade, a honra, o respeito, a justiça, a pureza de coração, a amabilidade, a tolerância (cf. Fl 4,6-9).

Mateus faz uma releitura da História da Salvação. Deus envia profetas, para falarem em nome dele. O que acontece? São todos assassinados. Mas, mesmo assim, Deus não abandona seu povo. Manda Jesus pregar e manifestar o Reino de Deus. Institui a Igreja para ser testemunha fiel do Reino de Deus.

Agora Deus quer colher bons frutos de todos nós. O Reino de Deus não é simplesmente a Igreja, da hierarquia, dos teólogos, mas do Pai. O Reino de Deus está no povo que produz as virtudes, a verdade, a honra, o respeito, a justiça, a pureza de coração, a amabilidade, a tolerância, como vimos na carta de São Paulo aos Filipenses.

O Sínodo que acontece em Roma agora em outubro, deve ser uma manifestação viva da vontade de Deus, percorrendo os caminhos da história.

O grande perigo continua a ser a perseguição dos profetas.

A experiência do socialismo, do comunismo, em alguns países não satisfez totalmente os cidadãos, em termos de liberdade, igualdade propagadas.

A revolução freudiana, baseada na liberação dos instintos gerou insatisfação, neurose.

A evolução tecnológica, científica tende a produzir homens máquinas e até mesmo a substituição por máquinas, chegando à geração da inteligência artificial que pode ajudar a humanidade, mas também corre sérios riscos.

As três grandes tentações da humanidade: riqueza, prazer e poder, continuam seduzindo a muitos, gerando mortes, injustiças.

Tudo tem seu devido valor, mas devemos sempre ter uma hierarquia de valores.

71 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page