top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Artigo - A Esperteza, por P. Osmar Resende

O artigo deste domingo no Blog do Alex Fraga do P. Osmar Resende, sdb, da Paróquia Dom Bosco de Guarapuava (PR) intitulado: A Esperteza


A ESPERTEZA

Osmar Resende SDB


Jesus nos convida a nós a sermos espertos nas coisas espirituais. No mundo reinam os espertos na política, na corrupção, na injustiça. Jesus anda na contramão dos valores impostos pelo “mundo”.

Jesus elogia aquele administrador desonesto que ao ser despedido faz acordo com os devedores do patrão, descontando seus débitos. Mas Jesus não elogia a desonestidade em si, mas a esperteza. Assim como as pessoas são espertas na administração das coisas materiais, econômicas, políticas, devemos nós, cristãos, sermos espertos nas coisas espirituais, praticando as virtudes evangélicas: o amor, a caridade, a fraternidade, a justiça, a honestidade, a solidariedade.

Amós tinha uma atitude crítica, profética para a sociedade de seu tempo. A humanidade em muitos aspectos é sempre a mesma ao longo da história. Os mesmos vícios, os mesmos pecados. A injustiça é uma constante. Assim Amós critica os costumes do seu tempo, sobretudo dos comerciantes, das autoridades, das pessoas que, de uma forma ou de outra negociavam e procuravam trapacear as pessoas, cometendo injustiças.

Hoje em dia, tal como no passado, muitas pessoas procuram aplicar golpes, usando as técnicas atuais, inclusive na internet, no telefone, nos pesos e medidas. Usam do poder, da esperteza, para conquistarem vantagens sobre as outras pessoas, fazendo vítimas e mais vítimas. Quantas pessoas inocentes caem nas armadilhas, nos golpes.

A honestidade é uma virtude do cristão. Aliás, um dos princípios de Dom Bosco era formar “bons cristãos e honestos cidadãos”.

Graças a Deus que existem muitas pessoas honestas. Talvez a maioria. Basta ver a luta de cada dia, das pessoas que trabalham para sustentarem seu lar, sua família. E, além disso, têm compaixão, praticam a solidariedade, num país em que a fome invade muitos lares, muitas famílias.

É difícil viver a vida cristã, mas São Paulo nos diz: “Eu por mim, nada posso, mas posso tudo naquele que é minha força”. Assim, através do esforço, da luta, da oração, podemos viver os valores cristãos, e assim vivermos as bem aventuranças evangélicas, que são a melhor receita para sermos vivos, espertos, para o Reino de Deus.

70 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page