• Alex Fraga

Artes Visuais – Fronteiriça Miguela Moura participa de obra coletiva

*** Eder Rubens *** - - -

A artista visual, Miguela Moura, que tem suas raízes na cultura fronteiriça entre Ponta Porã/Brasil e Pedro Juan Caballero/Paraguai, atualmente residindo em Governador Valadares, Minas Gerais participa da obra coletiva, “Expandir o presente, criar o futuro” que será lançada com bate-papo e sarau virtual neste dia 27, a partir das 15 horas.

Miguela Moura que possui familiares na fronteira e viveu boa parte de sua vida na fronteira Ponta Porã/Pedro Juan, influenciada por seu pai e avô, sempre esteve intimamente ligada com o meio artístico, nutrindo assim uma grande paixão. No presente, busca valorizar sua identidade através de pinturas e fotografias.


O livro “Expandir o presente, criar o futuro” é uma obra coletiva, pensado por dezesseis mulheres de diferentes espaços territoriais, nacionalidades, com culturas e formação profissional diversas. Poucas se conhecem pessoalmente. A ideia foi expressar que o isolamento social - tão necessário - podia unir em um sentido: ser mulher, defender e respeitar toda vida no planeta.


Para tanto, cada autora escolheu entre março e maio de 2020, um dia, ou os dias, que refletiam seu cotidiano no isolamento. Surpresas, frustração, insegurança, descobertas, carinho e buscas. O encadeamento entre essas expressões ficou a cabo das editoras Mirlene Simões e Fabíola Notari, e da artista visual Priscila Bellotti. Na obra, entre outras vozes, uma poetisa cubana, doutoras em Ciências Sociais, Planejamento Energético, Literatura Russa ou Ciência da Informação, uma escritora finalista do Jabuti, uma psicanalista, artistas visuais que nos revelam sentimentos da Serra, da cidade grande ou do Alentejo. Elas respiram.



Trata-se de um livro de artista, que reúne textos, desenhos, fotografias, filmagens, costuras, remendos, fissuras e bordados. A vida é a linha, que fura e amarra as camadas da existência. Tensão do tempo, reflexão do espaço. Persistência do presente. O trabalho foi escrito, desenhado, filmado, fotografado e editado durante os dois primeiros meses de isolamento social – abril/maio 2020. A inspiração para o título do livro veio do professor Boaventura de Souza Santos.

O e-book será comercializado a preço popular e serão impressos exemplares que posteriormente vão ser distribuídos ao lançamento da edição virtual. A proposta acabou se transformando em um grupo de estudos e inspiração, que pode ser acompanhado em https://www.instagram.com/expandiropresente/ e https://www.facebook.com/expandiropresentecriarofuturo. O sarau virtual e bate-papo de lançamento acontecerão neste dia 27 de junho, sábado, a partir das 15 horas, pelo aplicativo Zoom, https://zoom.us/j/96613874717.

0 visualização

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W