• Alex Fraga

Artes – Artista de Ponta Porã representará país no México em fevereiro

A artista plástica de Ponta Porã, Angela Fakir foi convidada para participar do Primeiro Encontro Internacional de Arte Muralista que ocorrerá na Cidade do México, no dia 16 de fevereiro. Durante o encontro cada país será representado por artistas. Os trabalhos de Angela Fakir são extremamente belos e com mistura de cores inconfundíveis, marca sempre sua procura de inovar traços, seja em telas ou em grandes murais.


Ao Blog do Alex Fraga ela disse: “Fui convidada para compor o projeto de intercâmbio a partir da participação em outros eventos como a Mostra na Embaixada Brasileira em Assunção, no Paraguai, a Mostra do Senado e o catálogo do evento na Índia, mesmo não indo três obras compuseram o catálogo”. O evento é um projeto de intercâmbio realizado em duas etapas, com a finalidade de divulgar e fortalecer uma técnica pré-colombiana de arte muralista. Os curadores mexicanos convidam diversos artistas da América Latina para estar no México, aprenderem a técnica e fazer um mural em um espaço cultural

Na segunda etapa, os mestres mexicanos do coletivo Art Mural vão a cada um dos países de origem dos artistas que participaram da primeira etapa. Com esse trabalho desenvolvido no México, Angela Fakir pretende trazer esses artistas em sua segunda etapa para Ponta Porã, pois em cada visita deles eles fazem um monumento púbico e ensinam técnicas e a história envolvida. Ela já apresentou ao prefeito Hélio Peluffo Filho que gostou do projeto. Assim, sem dúvida será de grande valia cultural para a fronteira que sempre está mostrando que a arte e a educação é o verdadeiro caminho onde é possível trabalhar diferenças, limitações e dificuldades.



Para quem quiser conhecer o trabalho da artista Angela Fakir e também adquirir suas belas obras, poderá acessar http://angelafakirportfolio.blogspot.com/ e através do email: angelafakir@gmail.com. Na maioria dos seus trabalhos ela utiliza técnica mista com nanquim, aquarela e café. A artista nasceu em Assis Chateaubriand (PR) e vive em Ponta Porã (MS). Seu trabalho busca comunicar e denunciar inquietações internas. As obras selecionadas para a exposição retratam a visão da artista sobre a relação que estabelece com elementos da nossa percepção sobre o tempo: memória, linearidade e sensorialidade - e sobre como esses elementos se manifestam nas relações afetivas. Vale a pena conferir!

29 visualizações

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W